Novae: Planeta Sustentável (Hazel na PUC)

area area area area area area area area area area area area area
Como apoiar a Novae Novae?
Que revista é essa?
A alquimia de diversas inteligências, pontos-de-vista, atitudes e valores mutantes deste novo século, oriundos de alguns cantos do planeta.
 
Planeta Sustentável

Hezel Henderson: inspiradora do evento. Foto: Gilson Abreu - DivulgaçãoHazel na PUC Auditorio lotado para ouvir uma das porta-vozes da transicao planetaria. A PUC – SP foi sede da palestra “O Futuro da Economia Global” por Hazel Henderson promovida pelo studos do Futuro.


Por Carolina Borges

Auditório lotado, pessoas de distintas áreas profissionais e um clima
de alegria por estarem diante da futurista Hazel Henderson era a atmosfera
do evento. Logo no inicio da palestra, Hazel não se intimidou em fazer
elogios ao Brasil – país criador do Fórum Social Mundial, responsável
por eleger democraticamente um presidente de esquerda e desafiar os
valores da OMC – deixando claro que e
stamos diante de um país líder mundialmente .

Com uma visão ecossistêmica, solidária e sustentável da economia
deixou claro que estamos diante de uma transição planetária, da era
da industrialização, produção de bens de consumo para a era da
informação e da produção e valorização do conhecimento. O
surgimento de paradigmas pós-cartesianos, de sistemas não
lineares, do caos como ordem, e da passagem dos valores de
competição social para os de colaboração, foram as idéias que
iniciaram a palestra.

É através dos sistemas de cooperação entre as nações do mundo,
de um desenvolvimento sustentável, da criação de economias
éticas de mercados, de investimentos em educação, que será
possível uma economia global sustentável.

No que diz respeito a atual situação econômica mundial, alertou
a necessidade de se pensar o futuro planetário, já que a maioria
dos líderes mundiais pensam o futuro economicamente e não
humanamente .Se as economias mundiais continuarem a considerar
as populações somente como consumidores, corre-se o risco de
uma homogeneização global da cultura norte americana.

Hazel defende o retorno do escambo e da troca nas futuras relações
econômicas, deixando evidente que ao avaliar o nível monetário de
uma nação, considera em que nível de escambo está o país. Segundo
ela, estamos diante da tele economia e que o capital agora é intelectual.

Nos EUA como também em muitos países, a internet tem tornado as
empresas mais eficazes e produtivas, porém o nível do desemprego
vêm aumentando consideravelmente. As empresas crescem, mas não
geram empregos. Contextualizando essa situação afirmou que a
solução é a mudanças dos valores econômicos, ou seja a importância
monetária dando espaço para a importância humana, onde a qualidade
de vida não será mensurada na quantidade de capital que nela é gasto.

A fim de mostrar os novos paradigmas que emergem na economia,
citou o contrato global das Nações Unidas na qual 1000 empresas
assinaram um compromisso em relação ao meio ambiente, condições
de trabalhos e direitos humanos. A sociedade realizando auditorias
sociais, éticas e ambientais para a construção de um mundo onde
todos sejam beneficiados, já que o dinheiro mundial é suficiente
para atender a todas as necessidades dos seres humanos . Um
exemplo neste sentido foi dado na palestra,quando Hazel afirmou
que 1/4 do orçamento militar mundial seria suficiente para acabar
com todas os problemas sociais no planeta.

No futuro,as economias serão desenvolvidas a base de hidrogênio,
considerando os três recursos básicos para uma economia global
sustentável: informação, conhecimento e energia. Nestes sentido,
evidencia-se a urgência da reconstrução das economias industriais,
passando do desperdício de energia para consumos sustentáveis.

Citou a importância da carta da terra, da agenda 21 neste processo
de transição planetária.

Ao final da palestra ficou nítido o momento em que vive a sociedade
global e as transformações políticas, econômicas, ambientais e sociais
através do surgimento de novos valores e paradigmas neste início do
terceiro milênio.

Carolina Borges, educadora multimídia, DJ, estudante da
filosofia de Nietzsche e Deleuze com o Prof. Luiz Fuganti www.linhadefuga.com.br,
pesquisa cultura digital junto com Ricardo Barreto www.file.org.br, colabora com o
Projeto Metáforae com a Novae. Escreve roteiros para documentários, performances
e curtas metragens. Edita o blog Ciberutopias http://www.ciberutopias.blogger.com.br


Dê sua opinião sobre o este artigo

URGENTE – BRASIL DECENTE!
Fortaleça a imprensa independente do Brasil e a Livre Expressão
disseminando este artigo para sua rede de relacionamento. Imprima
ou envie por e-mail. A Web unida contra a manipulação!!!

This entry was posted in International News. Bookmark the permalink.